5 DICAS PARA O VESTIDO IDEAL

, ,
3-dicas-para-o-vestido-ideal

Um dos momentos mais importantes e aguardado pelas noivas, durante a preparação do casamento, é a escolha do vestido. Algumas noivas já têm em mente o tipo/ modelo de vestido que desejam se casar, porém, muitas ficam perdidas nesse momento e não sabem por onde começar.

Cada pessoa tem o seu estilo, seu jeito e suas formas. Na hora da escolha do vestido, deve-se levar em consideração além do seu tipo físico e estilo, o horário e o layout da cerimônia, além da estação do ano na qual vai casar.

  1.   Tenha em mente as coisas que você mais gosta em um vestido de noivas, antes de ir às compras. Caso o vestido que você encontrou no site/ loja não caia tão bem, peça para a vendedora te mostrar outros vestidos com as mesmas características. Caso nenhum dos vestidos que você experimentou ficaram bons, aceite as sugestões da vendedora, às vezes, você pode se surpreender e encontrar o vestido perfeito em meio aqueles que você nem pensava em provar.
  1.   Evite levar muitas pessoas com você para a escolha. Cada uma tem um gosto, e com tantas opiniões, você pode ficar indecisa. Convide a madrinha ou sua amiga mais próxima e sua mãe para acompanhá-la nas provas dos vestidos.
  1.   Quando decidir, faça os gestos básicos para ver se ele está confortável. Movimente-se com o vestido, leve até um sapato com salto próximo com o que você irá usar no dia do casamento, ande um pouco pela loja, sente-se em uma cadeira ou poltrona, levante os braços, abaixe, vire-se, sinta o vestido e veja se ele está te deixando confortável. Alguns probleminhas podem ser resolvidos com pequenos ajustes. No entanto, se ficar desconfortável é melhor provar um outro modelo.
  1.   Se você pretende usar acessórios ou tem peças da família, certifique-se de que eles combinam com o estilo do vestido.
  1. Em tempos onde as tendências são aplicações por todos os lados é importante estar atenta ao que complementa o seu vestido e suas joias. Evite flores, babados e até laços nas áreas mais volumosas do corpo. Mas nada é obrigatório! Sabendo utilizar com cautela e sabedoria, esses detalhes podem ser truques para valorizar as partes que amamos no nosso corpo e/ou ocultar as que incomodam.
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *